Uma vida sem amor

t2

O ano já acabou, e logo esse também vai acabar e tudo que eu sei é que a gente sempre sobrevive. Que todas as nossas metrópoles caóticas internas uma hora ou outra se acalmam, seja por meses ou apenas por horas, mas se acalmam. E que não precisamos nos ajustar a códigos de barras, uma vez que quem for nos ler de verdade vai nos entender mesmo que não tenhamos etiquetas, então não há o que temer.

Temos que ser flexíveis, nem tudo tem contorno, mas temos que nos contornar. Não tem aviso prévio, não existe marca no calendário, quando nos demos conta, já foi. Sendo assim, nós moldamos nossa forma. Todas as ações são determinadas pelas escolhas e se a ideia de ir dói tanto quanto a de ficar, vá e se (re)faça! Somos todos loucos frenéticos a procura de uma boa desculpa para não nos movermos. O conforto nos abraça. E para tudo existe uma desculpa: existe a desculpa para chegar atrasado naquela reunião importante. Existe uma desculpa por manchar aquela blusa preferida de uma amiga.

Contudo, não há desculpa no mundo que justifique um coração que ame sem coragem. Pode mudar a forma, ou o que for, mas sempre o preencha. Acomodar o sentimento com medo de perdê-lo é o mesmo que o mandar para longe. É melhor ter medo do escuro, ou medo de olhar o que tem debaixo da cama, do que ter medo de sentir. Medo de re-sentir. O ambiente para fumantes sufoca, o trânsito sufoca, mas não sentir sufoca muito mais. Ficar na fila do banco de pé cansa, assim como a linha de espera no telefone, mas não há nada mais cansativo do que uma vida monótona sem amor.

E para falar de amor, para fugir dos dogmas diários, basta sentir. Basta ter a alma repleta de infinitas peças, constantemente moldadas e contornadas. Eu erro o tempo todo. Erro em tudo que penso, assim como errei ao começar a escrever esse texto, e também errei em cada palavra que escolhi. Mas de todos os erros dessa vida, que Deus me livre do pior de todos, que é escolher viver uma vida sem amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s